Faça um Roteiro pelo Museu Audi, na Alemanha

Conheça mais da história e curiosidades da Audi no Museu Audi, na sua próxima viagem para a Alemanha, em Ingolstadt.

História da Audi em exposições

Museu Audi
O Museu Audi traz quase seis mil metros quadrados de pura história automotiva. Com quatro níveis de exposições, o prédio é circular e todo envidraçado. No interior, são 50 carros, 30 motocicletas e o museu ainda traz uma exposição com bicicletas. Todos os veículos fazem parte da história de evolução da Audi.
A forma como a exposição foi montada permite que os visitantes conheçam toda a trajetória da empresa automotiva. Além disso, os itens expostos são uma homenagem ao fundador da Audi, August Horch. No museu, você poderá conhecer mais sobre a vida do ilustre engenheiro.
Não vamos dar muitos detalhes nesta publicação para não estragar a surpresa que você terá ao visitar o Museu Audi. Contudo, vamos contar apenas algumas das coisas que você verá e vai poder aprender ao conhecer de perto esse grande centro histórico automobilístico.
Em uma das exposições, você verá o que significa os famosos quatro anéis que formam o símbolo da marca Audi. Cada círculo representa uma empresa parceira: Horch, DKW, Wanderer e a Audi.
Em 1932, as quatro empresas formaram a Auto Union, mas o nome foi modificado porque Adolf Hitler utilizou o nome para fazer propaganda política na época do nazismo, na Alemanha.
Após a mudança da marca, o nome oficial passou a ser Audi, como nós conhecemos. Atualmente, a empresa é administrada pelo grupo Volkswagen. Ao longo da história, foram mais de cem anos construindo diversos modelos de automóveis, com vários níveis de evolução em motores, tecnologia, conforto e equipamentos.
Atualmente, a Audi é o segundo maior grupo que fabrica veículos na Alemanha. A empresa também já participou da corrida 24 horas de Le Mans, um evento histórico que ocorre no país.
Para que você possa imaginar melhor o Museu da Audi, chamado originalmente de Museum Mobili, vamos falar sobre alguns detalhes do interior. O espaço foi inaugurado em 2000, em Ingolstadt, ao lado da sede da montadora Audi.
Existem dois andares de mostras fixas, sendo um deles dedicado às marcas Wanderer, DKW e Horch. Portanto, você não verá apenas veículos Audi no museu. Os carros apresentados na exposição foram produzidos de 1899 a 1945. Em outro andar, estão diversos carros fabricados de 1946 a 2000.
O museu também recebe exposições itinerantes. Ou seja, se você já conhece o espaço e pretende voltar à região de Ingolstadt, vale a pena fazer outra visita. As mostras também recebem veículos de marcas concorrentes, como BMW, Lamborghini e Porsche.

Horários de funcionamento e custos para visitar o Museu Audi

Malzoni, um cupê esportivo de 1965
O horário de funcionamento do museu é diariamente das 9h às 18h, incluindo feriados. Nos dias 24, 25 e 31 de dezembro, o local fica fechado por conta das festividades de Natal e Ano Novo. No dia 1º de janeiro, o espaço também não abre ao público.
A entrada custa 2 Euros, o equivalente a aproximadamente R$ 7. Se você quiser fazer o tour oferecido, o preço continua acessível passando a custar 2 Euros.

Como chegar ao Museu Audi

Malzoni, um cupê esportivo de 1965
Uma opção para sair do Brasil e ir conhecer o Museu Audi na Alemanha, é por meio de um voo que parte do Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, ou qualquer outro aeroporto internacional do país. O avião tem como destino a cidade de Munique, em solo alemão.
O voo dura em média de 12h a 20 h, variando de acordo com a companhia aérea, o número de paradas e o horário da viagem. Ao chegar a Munique, você poderá optar por pegar um táxi ou embarcar em um trem que parte da estação central da cidade e vai até Ingolstadt.
Próximo à estação de trem de Ingolstadt, você poderá pegar um ônibus que passa em frente ao museu.

Conheça os veículos em exposição na concessionária Sorana Audi

A concessionária Sorana Audi possui um amplo estoque de veículos. Conheça os modelos Audi na Sorana e veja qual combina mais com você!